Tapsoba comentou os insultos racistas contra Moussa Marega, jogador do FC Porto, no D. Afonso Henriques no passado domingo. O central do Bayer Leverkusen trocou os minhotos pelos alemães em janeiro e, esta noite, voltou a medir forças com o maliano. Tapsoba diz que vai falar com Marega para tentar perceber o que se passou.

Já falou com o Marega sobre o que aconteceu no domingo? "Não falámos sobre isso, vamos falar agora. Muito feio para o futebol, muito triste. Não há espaço para o racismo no futebol. Não vi, vou falar com o Marega. Comigo os adeptos sempre se portaram bem, penso que foi uma incompreensão das duas partes".

Análise ao jogo: "Foi um grande jogo, entre duas grandes equipas. Com 2-1 ainda não acabou, falta um jogo. Vamos fazer tudo para ganhá-lo. Ficou difícil porque marcámos o segundo golo, baixámos um pouco a intensidade para defender o resultado. O FC Porto marcou o golo e ficou mais difícil".

Deu informações sobre o FC Porto ao treinador? "Não dei nada..."

Como tem sido a adaptação ao futebol alemão? "É um futebol diferente, aqui tem mais intensidade. Estou a fazer de tudo para me adaptar o mais rapidamente possível. Os companheiros receberam-me muito bem, agradeço ao mister pela confiança e vou continuar a trabalhar assim para manter lugar no onze inicial.

O FC Porto perdeu, esta quinta-feira, em casa dos alemães do Bayer Leverkusen, por 2-1, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol. Alario (29 minutos) e Havertz (57), na marcação de uma grande penalidade, marcaram os golos do Bayer Leverkusen, com Luis Díaz (73) a reduzir para os 'dragões'.

A segunda mão dos 16 avos de final disputa-se em 27 de fevereiro, no Estádio do Dragão, no Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.