A UEFA abriu hoje um inquérito aos incidentes ocorridos no jogo da Liga Europa de futebol entre o Everton e o Lyon, durante o qual um adepto da equipa inglesa empurrou o guarda-redes internacional português Anthony Lopes.

O clube inglês pode ser sancionado por “agressão de adeptos a jogadores” da equipa adversária, durante a reunião do Comité de Controlo, Ética e Disciplina do organismo regulador do futebol mundial, agendada para 16 de novembro.

Um adepto, que não foi identificado, empurrou duas vezes o guarda-redes português, enquanto segurava uma criança ao colo, durante uma discussão entre jogadores do Everton e do Lyon, na segunda parte do jogo do Grupo E da Liga Europa, vencido pelos franceses, por 2-1.

O Everton anunciou que vai impedir o adepto de assistir a jogos da equipa e a polícia britânica informou que já abriu uma investigação, com base em testemunhos e em imagens vídeo, na sequência de queixa apresentada pelo clube de Liverpool.

A UEFA anunciou também que instaurou um procedimento disciplinar contra a AS Roma, por alegados cânticos racistas dos adeptos da equipa italiana no jogo com o Chelsea, da Liga dos Campeões, que terminou empatado 3-3.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.