Davies, que actua no Sochaux, da primeira liga francesa, passou várias horas no bloco operatório no centro hospitalar Medstar, Washington, onde se encontra internado em estado grave, mas estável, anunciaram os médicos.

Davies fracturou a tíbia, o fémur, o cotovelo esquerdo e alguns ossos faciais.

A dimensão das lesões deverá afastá-lo em definitivo da fase final do campeonato do Mundo de futebol 2010, na África do Sul.

Os médicos acrescentaram que o jogador deverá ficar internado pelo menos mais uma semana, durante a qual será submetido a intervenções cirúrgicas adicionais necessárias para estabilizar o cotovelo e os ossos da cara.

O médico da selecção norte-americana de futebol, Dan Kalbac, indicou que este tipo de ferimentos "requerem habitualmente um período de recuperação e reabilitação que varia entre seis a 12 meses".

"Devido às extensão e às características das lesões sofridas, é muito improvável que o jogador recupere rápido e fique apto para a jogar ao mais alto nível" a tempo de participar no mundial, acrescentou o clínico.

Charlie Davies, 23 anos, tem 17 internacionalizações e quatro golos marcados pela selecção dos Estados Unidos, que vai estar pela sexta vez consecutiva numa fase final de um campeonato do Mundo de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.