Lionel Messi foi nomeado, esta terça-feira, como melhor atleta do ano pela revista americana 'Time'. Em declarações prestadas à revista norte-americana, o avançado argentino revelou que ponderou rumar à Arábia Saudita.

Depois do final de contrato com o Paris Saint Germain, o desejo de Messi era regressar ao clube que o formou e onde jogou durante dezassete épocas: o Barcelona. "Tive de analisar todas as opções e pensar, até mesmo avaliá-las com a minha família, antes de tomar a decisão final de vir para Miami. A minha primeira opção era regressar ao Barcelona, mas não foi possível. Tentei voltar e não aconteceu", revelou.

Lionel Messi também esteve perto de voltar a jogar no mesmo campeonato de Cristiano Ronaldo mas acabou por escolher o futebol norte-americano.

"Também é verdade que, mais tarde, pensei muito em ir para o campeonato saudita, que pode tornar-se num campeonato importante, num futuro próximo. Enquanto embaixador de turismo, era um destino que me atraía, especialmente, porque gostei de tudo o que visitei, pela forma como o futebol está a crescer e devido ao esforço para criar uma competição de topo. Era a Arábia Saudita ou a MLS", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.