O Desportivo continua o seu calvário na presente época desportiva em Moçambique. O clube de Maputo foi afastado da Taça pelo Maxaquene, jogo realizado este domingo.

O único golo do encontroi foi marcado por Hélder Pelembe à passagem do quarto de hora da segunda parte, após passe de Eusébio.

A formação onde joga Dário Monteiro, ex-Académica de Coimbra, mostrou poucos argumentos inverter o resultado. O Desportivo é o único "grande" de Moçambique a ficar de fora da Taça.

A época não está a correr nada bem ao Desportivo. Além da eliminação na Taça, a formação orientada por Cambaco tem tido uma fraca prestação no Moçambola´2012. O Desportivo é 11º com onze pontos em 10 jogos (três vitórias, dois empates e cinco derrotas) e está muito longe dos lugares cimeiros, já com 10 pontos de atraso em relação ao Ferroviário de Maputo, líder do Moçambola.

No outro jogo da Taça de Moçambique disputado no domingo, o Costa do Sol venceu o Mahafil também por 1-0.

Maxaquene e Costa do Sol foram as últimas da cidade de Maputo a carimbarem o passaporte para a fase seguinte da Taça de Moçambique, visto que Ferroviário de Maputo, Liga Muçulmana e Águias Especiais já tinham assegurado o apuramento para os oitavos de final.

O Desportivo é a única das equipas grandes que está afastada da prova. De resto, os vencedores das duas últimas edições, Ferroviário e Maxaquene, respetivamente, mantêm vivas as hipóteses de repetirem esse feito.

A Liga, bicampeã moçambicana, também está na corrida pela conquista de um troféu que ainda não consta no seu currículo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.