O campeonato moçambicano de futebol vai arrancar em 30 de março e será disputado em dois grupos com oito equipas cada, apurando-se para a fase final os quatro primeiros classificados de cada série.

Na jornada inaugural, o campeão HCB Songo vai jogar no estádio do recém-promovido Têxtil do Púnguè, e o vice-campeão, Ferroviário de Maputo, defronta em casa o também recém-promovido Desportivo.

A assembleia geral da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) decidiu na quinta-feira que as 16 equipas do ‘Moçambola’ vão disputar o campeonato nacional de 2019 divididas em duas regiões: sul e centro/norte.

Os dois grupos vão jogar no formato tradicional de todos contra todos, em duas voltas, apurando-se para a fase final os quatro primeiros classificados, que vão jogar no mesmo sistema, também em duas voltas.

O organismo federativo optou por aquele modelo, abandonado o sistema em que as 16 equipas jogavam todas entre si, igualmente em duas voltas.

A decisão foi motivada pelas limitações financeiras que a LMF enfrenta desde o ano passado e que chegaram a colocar em risco a conclusão do ‘Moçambola’ de 2018, o que não aconteceu graças à intervenção do governo moçambicano.

Na assembleia geral de quinta-feira realizou-se também o sorteio do calendário dos dois grupos.

Programa da 1ª jornada:

Sábado, 30 mar:

Zona Sul:

Ferroviário de Maputo - Desportivo de Maputo

Maxaquene - Costa do Sol

Incomáti - Chibuto

Liga Desportiva de Maputo - ENH

Zona Centro/Norte:

Songo - Têxtil do Púnguè

Ferroviário da Beira - Textáfrica

Ferroviário de Nampula - Ferroviário de Nacala

Baía de Pemba - Desportivo de Nacala

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.