Olga Carmona viveu o momento mais importante da carreira, ao marcar o golo que acabou por resultar numa conquista inédita para a seleção de Espanha, na partida frente à Inglaterra (1-0). Contudo, a jogadora do Real Madrid que tinha experienciado uma sensação de alegria única foi informada da morte do pai que até havia acontecido antes da final.

"Sem saber, tinha uma estrelinha antes de começar o jogo. Sei que me deste força para alcançar algo único. Sei que estiveste presente esta noite e que estás orgulhoso de mim. Descansa em paz, papá", escreveu Olga Carmona.

A jogadora de 23 anos confirmou assim que o pai faleceu na noite de sábado. Carmona não sabia que o pai tinha morrido e marcou ao minuto 29´ o único golo em na final disputada em Sidnei. A atleta dos merengues só foi informada do falecimento do pai depois de levantar a Taça e ser considerada a melhor jogadora em campo da final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.