A Costa do Marfim assumiu de novo a liderança do grupo D da zona africana de apuramento para o Mundial2022, ao derrotar por 3-0 Moçambique, em jogo disputado em Cotonu, no Benin.

Os costa-marfinenses chegam aos 13 pontos, mais um que os Camarões, seleção treinada pelo português António Conceição, que goleou hoje fora o Malawi, por 4-0. Malawi, com três pontos, e Moçambique, com um ponto, estão já 'fora da corrida', quando falta um jogo apenas a cada seleção para se concluir o grupo.

Os 10 vencedores dos grupos da segunda fase de qualificação na zona africana discutem na terceira ronda os ‘play-offs’ a duas mãos, que determinam as cinco seleções apuradas para o Mundial do Qatar.

Com as vitórias esperadas de Costa do Marfim e Camarões, o vencedor do grupo apenas será conhecido na sexta e última jornada, na terça-feira, quando a seleção orientada por António Conceição receber a Costa do Marfim.

Moçambique, que é treinado desde outubro por Chiquinho Conde, após o despedimento de Horácio Gonçalves, fará o seu último jogo 'em casa' contra o Malawi também em Cotonou, porque a FIFA não homologou o estádio de Maputo.

A opção, para evitar mais deslocações, foi pedir ao Benin o 'empréstimo' do estádio, a exemplo do que antes fizera a Costa do Marfim, também com problemas de licenciamento.

O jogo não teve grande história, com evidente supremacia dos 'elefantes' e grande falta de acerto dos 'mambas', com perdas de bola constantes e péssimo acerto no remate.

Max-Alain Gradel fez o primeiro golo da partida, aos 10 minutos, terminando a primeira parte com 1-0 no marcador.

No segundo tempo registaram-se mais dois golos, finalizados por Maxwell Cornet (61) e por Jean Seri (90), antigo jogador do Paços de Ferreira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.