A Rússia cortou um valor na ordem dos 560 milhões de dólares (491 milhões de euros) no orçamento para o Mundial de futebol de 2018, indicou o portal de informação jurídica do governo russo.

“Estamos a otimizar o programa de preparação [do Mundial]. Em primeiro lugar, estamos a corrigir a redução no número de hotéis”, justificou o ministro dos desportos da Rússia, Vitali Mutko, em declarações à agência R-Sport.

Face à redução o orçamento para o primeiro Mundial de futebol na Rússia situa-se agora nos 11.792 milhões de dólares (cerca de 10.200 milhões de euros).

O ajuste reflete “a difícil situação económica do país”, devido a sanções e à queda do preço do petróleo, segundo explicou o diretor-geral da FIFA na Rússia, Dmitri Yefimov, garantindo que o organismo do futebol estar a par da situação.

No Mundial2018, a realizar de 14 de junho a 14 de julho de 2018, serão cerca de uma dezena de cidades russas a acolherem jogos.

Entretanto e face aos escândalos em torno da FIFA, com a detenção de vários dirigentes e ex-dirigente, o Mundial2018 e o de 2022 no Qatar estão a ser investigados pelas autoridades suíças, por suspeitas de favorecimento na atribuição da competição, entre outras coisas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.