A Guiné Equatorial empatou este domingo (1-1) com a Tunísia, no jogo que concluiu a 5.ª jornada do Grupo B de apuramento africano para o Mundial2014, permitindo a Cabo Verde manter o sonho de se qualificar para a prova.

Com este resultado, a Tunísia manteve o primeiro lugar do grupo, com 11 pontos, seguido de Cabo Verde, com seis, que poderão ser nove caso a FIFA dê razão ao protesto dos "Tubarões Azuis" no jogo da 3.ª jornada frente aos equato-guineenses, em que perderam por 4-3 em Malabo.

Se a FIFA der provimento ao protesto, em que a Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF) alega a utilização irregular de um jogador equato-guineense, Cabo Verde chegará aos nove pontos, a apenas dois dos tunisinos, que vão receber os cabo-verdianos na última jornada do grupo, marcada para 06 de setembro próximo.

Nesse cenário, os "Tubarões Azuis" terão de ir ganhar a Tunes, ficando, depois, à espera de um dos primeiros classificados dos restantes nove grupos para o derradeiro jogo, a duas mãos, que dará o passaporte para o Mundial 2014, no Brasil.

Por outro lado, se a FIFA considerar a queixa improcedente, a Tunísia apura-se automaticamente para a segunda fase de eliminatórias africanas do Mundial2014.

Recentemente, uma agência internacional pôs a circular a notícia segundo a qual a FIFA teria decidido favoravelmente o protesto de Cabo Verde, informação que, porém, não chegou à sede da FCF, na Cidade da Praia.

Concluída a quinta jornada, o Grupo B é liderado pela Tunísia, com 11 pontos, seguida por Cabo Verde, com seis, e pela Serra Leoa e Guiné Equatorial, ambas com cinco, já afastadas do apuramento e que jogam entre si, em Freetown, na sexta jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.