com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

"A derrota com o Burnley pode estimular o United a gastar um milhão extra em Bruno Fernandes"

Paul Scholes defende que Solskjaer precisa de novos jogadores.
Bruno Fernandes foi o Homem do Jogo, com os dois golos marcados @ EPA/MÁRIO CRUZ

Manchester United foi surpreendido esta quarta-feira em casa pelo Burnley, com a derrota por 2-0 a colocar o seu quinto lugar em causa, à 24.ª jornada da Liga inglesa de futebol.

Para Paul Scholes, esta derrota pode apressar a mudança de Bruno Fernandes para Old Trafford. Em declarações à 'Premier League Productions', o antigo médio dos 'red devils' falou do momento do emblema de Manchester.

"Muitas vezes nesta temporada o Manchester United teve dois bons resultados e depois dois ou três resultados maus. O desempenho desta noite pode fazer-lhe [Solskjaer] um favor no mercado de transferências. Isto pode estimular o clube a gastar um milhão extra nos jogadores que tem estado a observar como é o caso do Bruno Fernandes", referiu.

Paul Scholes admitiu considerar que "o clube precisa de ajudar o treinador, temo pelo que possa acontecer nas próximas semanas até porque os jogadores que estão lesionados não vão voltar em breve. Ele está limitado em termos de opções, a não ser que contratem alguém".

Recorde-se que, com esta derrota, os ‘red devils’ mantiveram os 34 pontos e foram apanhados pelo Tottenham de José Mourinho, que sofreu para vencer o lanterna-vermelha Norwich, por 2-1, enquanto o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo descolará da dupla, caso na quinta-feira pontue com o líder Liverpool.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.