O avançado ganês Asamoah Gyan, um dos grandes protagonistas do Mundial de futebol de 2010, vai jogar no Sunderland, de Inglaterra, revelou hoje o Rennes de França, sua antiga equipa.

Gyan, de 24 anos, marcou três golos na campanha bem sucedida do Gana na África do Sul, mas perdeu uma soberana hipótese de colocar a equipa nas meias-finais, fase que nunca uma equipa africana conseguiu alcançar.

A um minuto do fim do prolongamento, frente ao Uruguai, dispôs de uma oportunidade única para colocar as “estrelas negras” nas meias-finais, mas falhou um penalti e os sul-americanos acabaram por se impor na “lotaria” das grandes penalidades.

O Rennes vai receber 16 milhões de euros, a verba mais alta alguma vez paga pelo Sunderland.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.