O futebolista inglês Ben Chilwell, defesa do Chelsea, vai ficar ausente dos relvados durante as próximas seis semanas, devido uma lesão num joelho, mas a paragem poderá ser ainda maior, revelou hoje o treinador dos campeões europeus.

“Ele (Ben Chilwell) tem uma lesão parcial do ligamento cruzado de um joelho e a decisão para já é tratar do problema de uma forma conservadora. Nas próximas seis semanas, saberemos se ele vai conseguir recuperar totalmente ou se necessita de ser operado para corrigir a situação”, afirmou o técnico do Chelsea, o alemão Thomas Tuchel.

Chilwell, de 24 anos, lesionou-se com gravidade na terça-feira na goleada sobre a Juventus (4-0) para a Liga dos Campeões, tendo sido obrigado a sair do relvado aos 71 minutos.

Formado no Leicester City, o lateral esquerdo internacional inglês (17 jogos e um golo) cumpre a segunda temporada em Stamford Bridge e soma 12 encontros e três golos esta época em todas as provas pelos 'blues'.

“Estamos otimistas porque a primeira reação do corpo do Ben à lesão foi boa. Por isso, achamos que não deverá ser necessário uma intervenção cirúrgica. Temos esperança que daqui a seis semanas já esteja de regresso à equipa”, disse Tuchel, na conferência de imprensa de antevisão do duelo de domingo com o Manchester United.

O treinador germânico acrescentou ainda que, além de Chilwell, o croata Kovacic também é baixa certa para a receção aos ‘red devils’, enquanto o francês Kanté, que também se lesionou frente à Juventus, ainda está em dúvida.

Em duelo da 13.ª jornada da Premier League, o Chelsea, que lidera a competição, vai pela frente a equipa em que alinham os portugueses Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Diogo Dalot e que recentemente despediu o técnico norueguês Ole Gunnar Solskjaer.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.