Son Heung-min, jogador do Tottenham de José Mourinho, já completou o treino militar obrigatório, anunciou esta sexta-feira o Corpo de Fuzileiros Navais da Coreia do Sul.

O avançado sul-coreano aproveitou a paragem na Premier League para realizar o serviço militar obrigatório naquele país, depois de em 2018 ter sido dispensado do mesmo por ter conquistado a medalha de ouro com a Seleção Sul-Coreana no Jogos Asiáticos.

Son Heung-min
créditos: 대한민국 해병대 Republic of Korea Marine Corps

Segundo a agência noticiosa da Coreia do Sul, a 'Yonhap News Agency', que cita fontes do corpo de fuzileiros,  jogador dos Spurs foi mesmo o que teve a melhor prestação entre os 157 participantes do treino, apesar de oficialmente as pontuações não terem sido reveladas.

Oficialmente, Son foi um dos cinco melhores no treino, tendo recebido o prémio 'Pulsung', destacando-se de entre os vários exercícios em avaliação a sua prestação na carreira de tiro, tendo acertado 10 em 10 tiros no alvo.

"Son foi excecional em todas as áreas de treino, incluindo na ética militar e na educação de segurança", disse um porta-voz do Corpo de Fuzileiros à Agence France-Presse.

Na Coreia do Norte todos os homens tem de prestar serviço militar durante dois anos, mas os atletas vencedores de medalhas em Jogos Olímpicos ou vencedores de uma medalha de Ouro nos Jogos Asiáticos têm de realizar apenas três semanas de treino militar, o serviço base.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.