Carlos Carvalhal voltou a ‘fazer das suas’ numa conferência de imprensa em Inglaterra. O técnico utilizou novamente uma metáfora para caracterizar o trabalho que teve de fazer no Swansea para tirar o clube galês da zona de despromoção.

“Quando vens para um clube, tu tens um plano de emergência. Está tudo a arder e a primeira coisa que deves fazer é tentar pôr água na fervura. Quando estás a fazer isso, não tens tempo para pensar em coisas diferentes. Estás focado em fazer desaparecer o fogo”, afirmou o técnico na antevisão ao encontro com o Huddersfield, a contar para a 30ª jornada da Liga inglesa.

“Neste momento isto está bem melhor, porque nós usámos muita água. Nós estamos nessa posição. Isto é como um incêndio na floresta. Às vezes o incêndio pode voltar a aparecer, se não te preocupares com o fogo ou com a floresta. E é assim que nós estamos. Apesar de o incêndio ter desaparecido, pode voltar”, atirou ainda Carvalhal.

Questionado sobre a situação de Renato Sanches, o técnico revelou que o médio pediu à direção dos ‘swans’ para recuperar da lesão em Portugal: “Ele pediu para ir para Portugal e o tempo mais quente pode ajudar o seu problema muscular. Ele vai estar pronto a ajudar a equipa este mês".

O Swansea encontra-se neste momento na 13ª posição da Liga inglesa, três pontos acima da zona de descida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.