O Arsenal, terceiro classificado, embora com um jogo em atraso, ficou a oito e cinco pontos de distância dos "Blues" e do Manchester United (segundo posicionado), respectivamente, ao empatar a um golo na visita ao Burnley, 13.º da geral.

Em Londres, com os portugueses Hilário, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira no banco de suplentes, Deco foi o único membro da selecção das quinas que alinhou no "onze", mas acabaria por ser substituído aos 58 minutos, por Joe Cole, devido a lesão.

O Chelsea inaugurou o marcador pelo francês Anelka, aos 23 minutos, mas os visitantes empataram aos 51, por intermédio de Piquionne. Com 10 minutos para jogar, os "Blues" voltaram à vantagem, graças a uma grande penalidade cobrada por Lampard.

Na deslocação dos "Gunners" ao terreno do Burnley, os tentos foram apontados pelo espanhol Fabregas, aos sete minutos, a favor dos visitantes, tendo Alexander empatado, aos 28 minutos, na marcação de um penalty.

Nos outros dois encontros disputados hoje, o Tottenham cimentou o seu quinto lugar, a dois pontos de Aston Villa e Arsenal, com um triunfo caseiro sobre o Manchester City (oitavo classificado), por 3-0, num "bis" de Kranjcar.

O Liverpool, sexto classificado, conseguiu finalmente a sua segunda vitória em sete partidas da "Premiership", por 2-1, na recepção ao Wigan, 14.º da tabela.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.