O Chelsea deu hoje importante passo para estar na Liga dos Campeões da próxima época, ao vencer fora o Aston Villa (2-1), num jogo que em que John Terry e Hazard se lesionaram a quatro dias da final da Liga Europa, com o Benfica.

Os “blues”, de quem se diz que o treinador Rafa Benitez está de saída e José Mourinho a caminho, até estiveram a perder, golo de Benteke aos 15 minutos, e só com a expulsão deste, por acumulação de amarelos, voltaram a estar por cima do jogo.

As coisas pareciam mal encaminhadas para os londrinos, com a expulsão do brasileiro Ramires, também por duplo amarelo, aos 45 minutos, com o Aston Villa a estar mais perto da baliza à guarda de Petr Cech.

Foi preciso que as equipas se igualassem numericamente em campo, com a ordem de saída a Benteke aos 58, para o Chelsea voltar ao jogo.

O médio Frank Lampard foi a figura: primeiro com o remate em que rodeou a defesa na grande área para atirar com força (aos 61) e depois, numa jogada de várias combinações, a aparecer a finalizar junto da pequena área (aos 88).

Antes disso o Chelsea tinha tido uma bola na linha de golo da baliza do Aston Villa, dando a ideia de ter entrado, mas num lance de grande dificuldade para o árbitro, perante o aglomerado de jogadores no chão.

O jogo deixou os londrinos no terceiro lugar, com 72 pontos, mais cinco do que o Arsenal, quarto com 67 pontos, e seis para o Tottenham, de André Villas-Boas, com estas duas equipas a terem ainda dois jogos para disputar, enquanto os “blues” têm um.

Para falhar o quarto lugar, do “play off”, seria preciso que o Tottenham vencesse os dois jogos e o Chelsea não vencesse na última jornada, e mesmo assim – em igualdade pontual – a equipa do Chelsea tem vantagem na diferença de golos (35 contra 18).

A má notícia para a equipa de Londres é a lesão do capitão John Terry, que teve mesmo que sair de jogo, e de Hazard, que também poderá estar em dúvida.

O triunfo em Birmingham deu ainda a Frank Lampard a oportunidade de se tornar o maior goleador do Chelsea, chegando aos 203 golos e batendo o registo de 202 de Bobby Tambling, que jogou entre os anos 60 e 70 nos “blues”.

Lampard, médio de 34 anos, marcou o seu primeiro golo pelo Chelsea, ao qual chegou transferido do West Ham, em 2001.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.