Condicionada à aprovação das autoridades do futebol inglês, os diretores das duas empresas interessadas, sediadas em Hong Kong e China, acreditam na “expansão e diversificação de negócios e receitas” do clube no Médio Oriente.

O Hull City, 16.º classificado da liga, foi colocado à venda em 2014, mas, na altura, a oferta foi rejeitada pelo presidente da Federação inglesa, por não aprovar a mudança do nome da equipa para ‘Hull Tigers’.

A oferta para a aquisição do clube inglês surge depois do grupo chinês ‘Trillion Asia Trophy’ ter comprado o Birmingham City, do segundo escalão, na segunda-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.