O Tottenham, treinado pelo português José Mourinho, vai doar a um hospital de Londres as multas aplicadas a três futebolistas do plantel, por desrespeitarem o protocolo contra a pandemia de covid-19, anunciou hoje o clube inglês.

O montante pago pelo espanhol Sérgio Reguilón e pelos argentinos Erik Lamela e Giovani Lo Celso ascende a 100 mil libras (cerca de 113 mil euros) e esse valor será entregue aos trabalhadores do hospital da North Middlesex University, ao qual elementos do Tottenham costumam ir todos os anos, durante o período de natal, para oferecer presentes às crianças internadas.

"Os trabalhadores dos serviços de saúde britânicos continuam a fazer sacrifícios e a colocarem-se em risco todos os dias para salvar vidas, por isso, esperamos que esta contribuição os ajude a ver o reconhecimento que esses heróis merecem", disse Daniel Levy, proprietário do ‘spurs’.

Os três jogadores da equipa de José Mourinho apareceram juntos em fotografias publicadas nas redes sociais a festejar o natal em Londres, situação proibida pelas autoridades britânicas, como medida de contenção da pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.253.813 mortos resultantes de mais de 103,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.