Depois de viver uma noite para esquecer na derrota por 3-0 do Arsenal no terreno do Manchester City, no regresso da Premier League após mais de três meses de paragem ditados pela COVID-19, David Luiz assumiu responsabilidades.

O defesa brasileiro, que começou no banco mas entrou aos 24 minutos, errou no primeiro golo, em cima do intervalo, e depois cometeu penálti e foi expulso logo a abrir o segundo tempo, no lance que daria o 2-0 ao adversário. "Não é culpa da equipa, é minha. A equipa esteve bem, em especial estando com 10. O treinador é espetacular, todos os jogadores também", atirou à Sky Sports.

David Luiz abordou também o facto de o seu contrato com os 'gunners' expirar em breve. "Devia ter tomado a decisão do contrato há dois meses e não o fiz. Devia ter decidido o futuro mais cedo. Tenho mais 14 dias aqui e verei se continuo, terminou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.