A viver um bom momento na Premier League, Pep Guardiola mostra-se preocupado com a pausa para os compromissos das seleções, marcada para o próximo mês de março.

O treinador do Manchester City considera que as saídas dos jogadores para as respetivas seleções vão aumentar o risco e, considera, aumentar o número de casos na Premier League.

"A melhor maneira de estarmos protegidos é ficarmos em casa, não nos movimentarmos, manter o distanciamento e não ter contactos ou viajar. Agora os jogadores vão às Seleções e é difícil de controlar. Acho que os casos vão aumentar,  infelizmente. (...). Se te movimentas tens o risco de ser contaminado", afirmou, citado pelo Manchester Evening News.

Guardiola considera que este é um assunto que não deve preocupar apenas a Premier League, mas todas as ligas nacionais, face ao risco a que os jogadores poderão ser expostos.

"Penso que a Premier League e todas as ligas devem estar preocupadas. Eu sei que as federações precisam de jogar mas a razão para não existirem tantos casos é porque as pessoas não se movimentam para lá de casa-centro de treinos. (...) A partir do momento em que entras num avião e vais para outros lugares tudo pode acontecer", disse.

Ainda assim, e apesar do considerar que o melhor seria aumentar os cuidados até ao verão e ao final da época, o Manchester City não deverá impedir que os seus jogadores sigam para as respetivas seleções, como a nova regra da FIFA permite em determinados casos.

"Os jogadores vão às Seleções, eles já sabem, vamos dizer-lhes para serem cuidadosos. Na seleção serão igualmente protegidos. (...) Mas não é preciso nada para ser contaminado. Espero que todos, se viajarem, façam o que têm a fazer", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.