Foi na Academia do Manchester City que Guardiola esclareceu as verdadeiras razões pelas quais abandonou o Bayern Munique.

Segundo avança o jorna espanhol Mundo Deportivo, o técnico espanhol recusou que terá tido a ver com um possível desacordo com os dirigentes bávaros.

"É rotundamente falso. Fui muito feliz a treinar ali [no Bayern] e sempre estarei agradecido por ter podido treinar em Munique", afirmou o técnico, que sempre teve uma boa relação com os dirigentes.

"Sempre tivemos reuniões para fechar as contratações. Durante o meu percurso, estivemos interessados em Sané, mas o jogador não quis ver, ou em De Bruyne, mas o Bayern não paga grandes quantias de dinheiro. Tudo o que fizemos foi de acordo com os dirigentes do Bayern", referiu Guardiola, dizendo que saiu do clube "por ter um grande sonho de treinar em Inglaterra".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.