Depois de, juntamente com os colegas Sergio Reguilón e Giovani Lo Celso, e ainda com um jogador do West Ham, ter sido uma das 18 pessoas que participaram numa festa de natal, desrespeitando assim as regras impostas pelo Tottenham com vista a travar um possível contágio com o novo coronavírus, Erik Lamela veio a público retratar-se pelo sucedido.

"Quero pedir desculpa pela decisão que tomei no Natal e estou profundamente arrependido. Após refletir, percebo a gravidade das minhas ações e o impacto que teve nas restantes pessoas. Estou realmente agradecido a todos os que têm trabalhado arduamente para nos manter seguros e estou envergonhado por ter desiludido as pessoas", afirmou argentino em declarações reproduzidas pela imprensa inglesa.

Afinal Reguilon não passou o Natal sozinho, mas com muito mais gente. Tottenham critica e Mourinho está desiludido
Afinal Reguilon não passou o Natal sozinho, mas com muito mais gente. Tottenham critica e Mourinho está desiludido
Ver artigo

O clube londrino tinha já emitido um comunicado muito crítico em relação à atitude dos jogadores, lembrando "os sacrifícios que todos neste país fizemos para nos mantermos seguros no período festivo", acrescentando que o assunto será agora tratado internamente.

Também José Mourinho não escondeu a sua desilusão com os jogadores. "Não estamos felizes. Foi uma surpresa negativa para nós. Dei uma prenda fantástica a Reguilon - um leitão português. Fantástico para portugueses e espanhóis. Foi-me dito que ele ia passar o natal sozinho. Como viram não foi assim", disse, citado pela BBC, depois da vitória frente ao Leeds.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.