O futebolista brasileiro Gabriel Jesus vai estar um ou dois meses de baixa, admitiu hoje o treinador do Manchester City, Pep Guardiola, que adiou para os próximos dias a avaliação da gravidade da lesão do belga Kevin De Bruyne.

Gabriel Jesus saiu, em lágrimas, logo nos primeiros minutos da partida com o Crystal Palace (0-0), enquanto De Bruyne deixou de maca o relvado já nos descontos, após uma entrada dura.

“Pode ser tenhamos tido sorte e que [Gabriel Jesus] só esteja de baixa um ou dois meses”, disse Guardiola, que admitiu ter temido que a lesão no joelho do avançado fosse mais grave.

Já sobre De Bruyne, que deixou o campo com a perna direita imobilizada, Guardiola disse ainda não saber o que se passa com o médio belga, deixando críticas à arbitragem.

“Os árbitros devem proteger os futebolistas. Tivemos sorte contra o Tottenham e contra o Newcastle. Mas nesta ocasião não tivemos. Sabemos que o futebol em Inglaterra é forte fisicamente, mas as equipas perdem os grandes jogadores, não é só o Manchester City”, disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.