O Manchester City vai trocar os equipamentos da Nike por equipamentos da Puma na próxima época depois de ter assinado um contrato de patrocínio com a multinacional alemã esta quinta-feira.

De acordo com a informação veiculada pelo jornal 'The Telegraph', o clube de Manchester assinou um contrato de patrocínio com a multinacional alemão garantindo para os próximos 10 anos 650 milhões de libras, cerca de 759 milhões de euros.

"A parceria da Puma com o City Football Group é o maior acordo que alguma vez fizemos – tanto em dimensão como em ambição", disse Bjorn Guiden, CEO da Puma, no comunicado revelado esta quinta-feira.

"Estamos muito entusiasmados com esta parceria com o City Football Group, cujo sucesso, ambição e inovação levou-os a estabelecer novos padrões, tanto dentro como fora de campo", pode ainda ler-se no mesmo comunicado.

Com a assinatura do acordo entre a Puma e o City Football Group, a multinacional alemã vai passar a equipar também as outras equipas detitas pela empresa fundada pelo vice-primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, o xeique Mansour bin Zayed Al Nahyan, nomeadamente o Melbourne City, da Austrália, o Girona, de Espanha, o Club Atlético Torque, do Uruguai e o Sichuan Jiuniu da China.

A marca Puma já patrocina alguns dos maiores clubes europeus como Borussia Dortmund, AC Milan, Arsenal e Marselha.

Em relação às ações da Puma após o anúncio do acordo, as mesmas estão a subir 2,18% para 492,50 euros, depois de já terem valorizado um máximo de 2,39% para 493,50 euros, o valor mais alto em um mês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.