Iker Casillas mostrou-se solidário com os afetados pelos incêdios em Portugal e em Espanha. O guarda-redes espanhol do FC Porto usou as redes sociais para expressar raiva "pelos incêndios em parte de Portugal, Asturias e em quase toda a Galiza".

A Península Ibérica foi assolada pelo calor e pelos fogos florestais que estão a fazer muitos estragos.

Portugal está em alerta vermelho, uma situação que, segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), vai manter-se até às 20h00 de hoje, apesar das previsões de chuva. Nesta segunda-feira há pelo menos trinta concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém, Castelo Branco, Guarda, Coimbra e Bragança, alguns destes fortemente afetados por fogos, em risco ‘máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o Instituto, em risco ‘máximo de incêndio estão os concelhos de Monchique, Silves, Tavira e Alcoutim (Faro), Marvão, Nisa e Gavião (Portalegre), Vila Velha de Ródão, Penamacor e Vila de Rei (Castelo Branco), Mação (Santarém), Miranda do Corvo, Lousã, Penacova e Vila Nova de Poiares (Coimbra).

Em risco ‘máximo’ de incêndio estão também os concelhos de Sabugal, Guarda, Manteigas, Seia, Gouveia, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Trancoso, Pinhel e Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda), Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Alfândega da Fé, Mogadouro e Vimioso (Bragança).

De acordo com as últimas informações, às 10h00, os incêndios já fizeram 20 vítimas mortais, entre este domingo e esta segunda-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.