Vários adeptos do Paços de Ferreira insultaram hoje o técnico Costinha, reclamando a sua demissão do comando técnico, após a sétima derrota consecutiva da equipa da I Liga de futebol em provas oficiais esta temporada.
O treino começou com cerca de hora e meio de atraso, mas isso não demoveu um grupo de adeptos, cerca de uma dezena e com ligações à claque do clube, os quais manifestaram o seu descontentamento com a prestação da equipa frente à Fiorentina (derrota por 3-0), na quinta-feira, em encontro da primeira jornada do Grupo E da Liga Europa.
As palavras de ordem exigindo mais entrega pouparam os jogadores, aplaudidos à entrada, e tiveram como alvo Costinha, bastando o técnico voltar a cara na sua direção para darem lugar a insultos. Costinha não gostou e respondeu, num sinal claro de rutura entre parte dos adeptos e o treinador pacense.
Dirigentes e diretor desportivo chegaram depois e não assistiram à cena.
O presidente Carlos Barbosa não quis comentar o sucedido, num dia que começou já sem as tarjas colocadas na quinta-feira pelos adeptos à porta do estádio, pouco antes da chegada do autocarro que trazia a equipa do aeroporto, no final de mais uma jornada negativa da formação pacense esta temporada.
O Paços de Ferreira soma por derrotas os sete jogos já realizados (quatro para a I Liga, dois do "play-off" da Liga dos Campeões e um relativo à Liga Europa).
No final da sessão, Costinha esteve à conversa com três dos adeptos, mas a cordialidade do momento, supervisionado à distância pelos dirigentes do clube, não pressagia ambiente fácil para o técnico pacense no encontro de segunda-feira com o Vitória de Setúbal, da quinta jornada da I Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.