Se se pode acusar o Benfica de não ter tido um jogo bem conseguido no empate frente ao Moreirense, um das críticas que se poderá apontar à equipa encarnada é a falta de eficácia, já que em matéria de construção ofensiva esta seria mais do que suficiente para garantir os três pontos e a manutenção da liderança da I Liga.

Foram 26 remates dos encarnados, contra seis do Moreirense e só por uma vez (de forma válida) uma bola entrou nas redes à guarda de Mateus Pasinato.

O caudal ofensivo encarnado foi sempre absolutamente indiscutível, mas a equipa demonstrou uma passividade pouco habitual e pouco aptidão para resolver os problemas que foram colocados pelo Moreirense. Bruno Lage já tinha diagnosticado o problema e voltou a fazê-lo na conferência de imprensa após o encontro: O Benfica está a deixar o adversário explorar demasiadamente o espaço.

E com um meio campo menos móvel, com Samaris e Wengl, a equipa não basculou de forma tão eficaz, com Laga a admitir um "bloqueio no jogo interior da equipa". O técnico do Benfica voltou mexeu nas peças no tabuleiro, modelando o 4-4-2 e não se deu bem.

Com um Pizzi menos inspirado, Taarabt em zonas mais adiantadas e com Rafa encostado a uma ala, o jogo do Benfica não fluiu como habitualmente, mas ainda assim os encarnados só se podem queixar de si próprios por não terem somado os três pontos.

Ver a crónica da partida

Sucederam-se as oportunidades, as bolas no ferro, um penalti falhado por Pizzi aos 49´, outro só concretizado à segunda e um golo anulado depois de ser consultado o VAR. Não era claramente a noite do Benfica, como é exemplo uma jogada de Vinícius na segunda parte, num falhanço pouco habitual do jogador brasileiro, ao minuto 73´.

Com a equipa incapaz de resolver coletivamente, Taarabt tentou muitas vezes 'tirar o coelho da cartola', o que não encantou o treinador da Benfica que tirou o marroquino de jogo e Rafa Silva, para as entradas de Cervi e João Filipe. Bruno Lage também jogou no risco ao apostar em Dyego Sousa, mas sem grandes resultados. A equipa a jogar com dois homens mais adiantados até se tornou o presa mais fácil para os cónegos.

Veja o resumo da partida

Com o Benfica a dar espaço nas costas, foi o Moreirense que aproveitou num contra-ataque para fazer o golo e gelar a Luz, num ataque bem delineado. Abdu Conté serviu com regra e esquadro Fábio Abreu para o primeiro da noite.

O descalabro estava à vista, numa noite imprópria e num terreno em que nunca, ou quase nunca os 'pequenos' se conseguem impor no reduto das águias. Nos últimos minutos, o Moreirense encostou-se lá atrás perante a última ofensiva encarnada. O Benfica ainda chegou ao empate por Pizzi, numa recarga a um penalti, mas não teve a capacidade para resolver o problemas e fica a fazer contas na Liga.

Momento

O penalti falhado por Pizzi. Ao minuto 49´, estava (0-0) no marcador e o capitão das águias não conseguir dar vantagem ao Benfica, falhando redondamente o alvo da baliza de Mateus Pasinato. Numa noite menos inspirada em matéria de concretização poderia ter sido o mote ideal para uma segunda parte tranquila.

Melhores

Mateus Pasinato

Somou várias intervenções e foi mesmo decisivo para o Moreirense ter roubado dois pontos ao Benfica. Defendeu ainda dois penaltis de Pizzi e só não conseguiu parar a recarga no segundo lance.

Taarabt

Tentou resolver com a sua capacidade técnica e de cabeça bem levantada procurou sempre a melhor solução. Na segunda parte caiu muito no individualismo e acabou rendido no segundo tempo.

Ricardo Soares

Excelente estratégia do treinador do Moreirense que conseguiu que a sua equipa aproveitasse as debilidades das águias. Com um bloco defensivo bastante defensivo, os cónegos foram também clarividentes quando tiveram a bola nos pé.

Baixos

Pizzi

Uma tarde completamente apagada do capitão do Benfica. Mais passivo e menos interventivo do que o costume, falhou ainda duas grandes penalidades, conseguindo concretizar somente numa recarga. Esteve ainda no golo anulado ao Benfica.

Reações

Bruno Lage: "Não olho para trás, o futuro é o próximo jogo"

Ricardo Soares: "Pusemos o Benfica em sentido em largos períodos do jogo"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.