Resumo

O FC Porto venceu, no passado sábado, o Belenenses por 3-0, em jogo da 28.ª jornada da I Liga, disputado no Estádio do Dragão. Danilo apontou (37’), Soares (70’) e Brahimi (74’ g.p) fizeram os golos da partida. Com este resultado, os Dragões (agora com 67 pontos) sobem provisoriamente à liderança do campeonato português, ficando à espera do que fará esta noite, a partir das 20h15, o Benfica (65) em Moreira de Cónegos.


Momento-chave

Na segunda parte, os homens comandados por Nuno Espírito Santo iam procurando o segundo golo mas o Belenenses ia dando sinais de vontade de mudar o resultado. Aos 70 minutos, Tiquinho Soares aumentou a vantagem portista. Corona, que tinha entrado há um minuto para o lugar de André Silva, fez um grande trabalho ao ultrapassar um adversário e cruzou para o coração da área, onde apareceu o avançado goleador brasileiro a cabecear certeiro para o 2-0. Um golo que veio dar tranquilidade aos corações portistas, a todos.

Figura do encontro
Brahimi- Sabemos que é repetitivo e já não temos mais palavras para descrever a qualidade de Yacine Brahimi. Queremos dizer apenas que o avançado argelino é a alma desta revolução portista na segunda metade do campeonato. Marcou o terceiro golo e ainda esteve envolvido no primeiro, da autoria de Danilo.


Casos do jogo

19’- Pede-se penálti no Dragão! Soares cruza para a área com André Silva a fazer a emenda, que parece ir ao braço de Edgar Ié. Fábio Veríssimo manda jogar (Veja o vídeo)

63’- Lance polémico na área do Belenenses entre Domingos Duarte e Brahimi, com o argelino a cair após toque do defesa do Belenenses. (Veja o vídeo)

73’- Penálti para o FC Porto! Brahimi entra na área, puxa a bola para a linha e é derrubado por Domingos Duarte. (Veja o vídeo)

Vozes dos protagonistas

Quim Machado: “O Belenenses entrou bem no primeiro tempo em termos defensivos, era essa a nossa intenção e talvez conseguir chegar ao intervalo com zero no marcador. Optámos por uma estratégia diferente, com um meio-campo mais físico e experiente, mas o FC Porto conseguiu o primeiro golo num lance de bola parada, assim como o segundo golo. Ofensivamente nunca conseguimos chegar lá à frente, a manta era curta. Estamos numa fase em que não estamos a conseguir impor o nosso futebol”

Vítor Gomes: “Fizemos um bom jogo, entrámos bem, dificultámos as tarefas do FC Porto ao máximo. Na segunda parte, entrámos bem, mas sofremos golos de bola parada e assim fica difícil reagir. O FC Porto geriu bem o jogo”

Nuno Espírito Santo: "Fizemos um jogo, com um grande apoio do Dragão. Um grande trabalho dos jogadores numa vitória justa. Fizemos um bom jogo, controlamos, não demos nada ao Belenenses, uma ocasião sequer. Tivemos muita produção ofensiva, muita circulação, várias oportunidades. Marcamos três golos e estivemos bem".

Danilo: "Sabíamos que ia ser difícil, o Belenenses é uma equipa bem organizada, com boa posse de bola, sentimentos algumas dificuldades até ao golo e também depois do golo. Mas depois fizemos o 2-0 e a equipa tranquilizou. Contra o V. Setúbal sentimos alguma instabilidade pelo facto de termos de ganhar para ir para primeiro, mas hoje ficamos mais calmos. Aprendemos com os erros e este jogo mostrou isso".


Curiosidades

- Os Dragões tornam-se na primeira equipa a marcar mais de 60 golos nesta edição da I Liga;
- Depois de três jogos sem vencer, o FC Porto regressa aos triunfos;
- Face à época passada, os azuis e brancos têm mais seis pontos à 28.ª jornada.