Mais uma jornada e mais um obstáculo ultrapassado. O Sporting derrubou mais uma barreira com vista ao sonho que foge há 19 anos. E nem o triunfo do FC Porto apenas alguns minutos antes fez tremer o 'leão'.

Parecia que poderia não ser a noite do Sporting. Uma bola nos ferros, um tento anulado pelo VAR. Mas acabou por ser com recursos às tecnologias que os verdes e brancos viram confirmado o golo que confirmou os três pontos.

Veja o resumo da partida

O resultado desta feita até pecará por escasso. O leão mostrou outras garras com a dinâmica introduzida por Rúben Amorim. Daniel Bragança assumiu o papel de terceiro médio oferecendo critério na forma como a equipa chegou ao último terço. Inácio foi fulcral na primeira fase de construção.

Acabou por ser o central a oferecer os três pontos aos leões. E a 10 jornadas do fim são 10 os pontos de avanço para o segundo colocado FC Porto. Na primeira parte do encontro só praticamente deu Sporting, apesar da equipa da casa ainda ter visto duas bolas baterem nos ferros da baliza de Adán.

No onze, para além de Bragança, Neto regressou à titularidade face à ausência de Coates. Em Alvalade, João Henriques apostou num tridente no setor mais recuado. Na primeira meia hora da partida o Sporting construiu mais do que oportunidades para chegar à vantagem. Primeiro por Pote que atirou à barra (26´), depois Tiago Tomás colocou a bola na baliza, mas o lance foi anulado pelo VAR.

Já próximo do final da primeira parte, Inácio atirou a contar, golo que só valeu depois da confirmação de que não havia fora de jogo.

No segundo tempo a mesma toada. Amorim refrescou com várias mudanças, mas mantendo a estrutura. Paulinho regressou aos relvados depois da lesão. João Henriques apostou em Quaresma. No final, o V. Guimarães tentou o pressing final, mas o Sporting, como quase sempre acontece, fechou a vantagem a sete chaves. O jogo deu ainda para a estreia de Dário Essugo que tinha comemorado 16 anos seis dias antes do embate. Já estabeleceu um recorde: É o mais jovem de sempre a jogar pela equipa principal leonina.

Momento

O golo de Gonçalo Inácio ao minuto 42´ - Acontece mesmo no final da primeira parte e embalou os verdes e brancos para o triunfo.

Melhores

Gonçalo Inácio

Foi a principal referência na primeira fase de construção leonina. Sempre de cabeça levantada e lesto na forma como encontrou os companheiros. Marcou o golo decisivo que valeu a vitória ao Sporting.

Daniel Bragança

Assumiu o papel de terceiro médio e foi fundamental na forma como canalizou o jogo ofensivo dos leões. Sempre muito clarividente a abrir linhas e a encontrar os colegas.

Dário Essugo

Que semana para o miúdo. Comemorou 16 anos no último domingo, assinou contrato profissional e é o mais jovem de sempre a estrear-se na equipa principal do Sporting. Jogou os últimos minutos e emocionou-se no final da partida.22

Reações

João Henriques: "Podíamos ter levado pontos"

Rúben Amorim: "O que temos de fazer é ganhar os nossos jogos e não dar motivação aos adversários"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.