André Pinto não gostou que Carlos Xistra tivesse dado sete minutos de compensação no jogo com o FC Porto, já que os dragões acabaram por marcar aos 95. O central do SC Braga lamentou ainda a expulsão de Artur Jorge na primeira parte.

Análise ao jogo: "Infelizmente não conseguimos segurar o empate. Sabíamos da dificuldade do jogo. O FC Porto estava pressionado a uma vitória. Sabíamos que ia ser bastante difícil. Fica mais difícil jogar com dez. A equipa manteve-se junta e fomos verdadeiros guerreiros. Queria agradecer à massa adepta. Estamos com o jogo de quinta-feira em mente".

Expulsão de Artur Jorge: "Sem querer tirar mérito ao FC Porto, quando estivemos em igualdade numérica, o jogo estava repartido, estávamos serenos, o FC Porto pouco ou nada fez. A capacidade para sair a jogar com dez reduz-se. Limitámo-nos ao jogo defensivo, mas fomos bravos. Sete minutos de compensação é obra. Estamos tristes. Não queríamos perder e agora é levantar a cabeça.

Jogo até a expulsão: "Em igualdade o jogo foi dividido, não houve ascendente de nenhuma das equipas, depois demos um sinal de personalidade. Estivemos compactos, temos vindo a revelar isso, mas o pensamento é já no próximo jogo".

O FC Porto venceu o SC Braga por 1-0 e voltou ao 3.º lugar da I Liga, agora com menos quatro pontos que o líder Benfica, que perdeu frente ao Marítimo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.