O Benfica é o primeiro dos três grandes a entrar em campo na terceira jornada da I Liga, defrontando este sábado o Gil Vicente, em Barcelos.

Os encarnados vêm de um triunfo por 2-0 em casa, diante do Estrela da Amadora, triunfo esse que só foi alcançado na reta final, impulsionado por uma entrada fortíssima de David Neres. O brasileiro saltou do banco e assistiu Casper Tengstedt e Rafa para os dois golos do encontro.

Na jornada inaugural, a equipa de Roger Schmidt saiu derrotada do Bessa, por 3-2, uma espécie de chamada de atenção poucos dias após a conquista da Supertaça diante do FC Porto.

O desaire com o Boavista acabou por levar a uma troca na baliza das águias, com Vlachodimos a ceder o lugar a Samuel Soares na ronda seguinte. O guardião grego ficou de fora por opção de Roger Schmidt, com quem ter-se-á desentendido depois, ficando agora a dúvida sobre se este cenário é para manter.

Quem estará garantidamente de fora é Jurásek, que só deve regressar depois da pausa para os jogos da seleções. Aursnes foi adaptado a lateral esquerdo contra o Estrela da Amadora, mas Ristic continua a ‘suplicar’ por um lugar.

Também com os mesmos três pontos, o Gil Vicente recebe o Benfica depois de uma derrota por 2-1 em Guimarães. Já na estreia em casa, a equipa de Vítor Campelos goleou o Portimonense (5-0), naquele que é, para já, o resultado mais desnivelado do campeonato.

Curiosamente, o atual treinador dos gilistas sabe o que é ganhar ao Benfica, um feito alcançado em abril deste ano, quando venceu as águias (1-0) ao serviço do Chaves.

Para a receção ao campeão nacional, Vítor Campelos não pode contar com os avançados Murilo e Ali Alipour, ambos lesionados, e ainda não deve utilizar o reforço Félix Correia, emprestado pela Juventus, que chegou na quinta-feira, a Barcelos.

Histórico de confrontos

O Benfica venceu oito das últimas dez visitas ao Gil Vicente, registando ainda três empates; para além disso, os encarnados não sofreram golos em Barcelos nos últimos seis jogos, tendo em contrapartida 13 golos marcados.

Para encontrarmos uma vitória gilista temos de recuar até à temporada 2000/2001, altura em que o Gil Vicente, na altura treinado por Luís Campos, venceu categoricamente o Benfica de Toni por 3-0.

Na última visita a Barcelos, a equipa de Roger Schmidt passou por dificuldades durante 70 minutos, mas a entrada de Chiquinho acabou por ser decisiva, com o golo que desatou o nó a aparecer de seguida e precisamente pelo médio encarnado. Grimaldo fechou as contas no 0-2, de grande penalidade, aos 86 minutos.

O que dizem os treinadores

Vítor Campelos (Gil Vicente): "Um guarda-redes que esteja presente no plantel do Benfica tem de ter qualidade. E aqueles que jogam menos vezes, nestas oportunidades entram em superação. O Benfica é sempre forte, independentemente do momento da época. Luta sempre para ser campeão, apesar de ter entrado com um resultado menos positivo no campeonato. Espero que amanhã [hoje] estejamos ao melhor nível, pois só assim é possível ficarmos com os três pontos."

Roger Schmidt (Benfica):"Não jogamos contra eles há muito tempo. Um jogo muito importante que, no final, vencemos. A equipa mudou muito. Há um novo treinador e têm uma nova abordagem. Mostraram, nos dois primeiros jogos, que podem marcar golos. Fizeram um bom jogo em Guimarães. Perderam com um bocadinho de azar. Estão em boa forma. Espero um jogo complicado, como são todos fora em Portugal. Queremos continuar a jogar bom futebol, como o demonstrámos na semana passada. Precisamos da mesma mentalidade, em Barcelos."

João Pinheiro foi o árbitro nomeado para dirigir o encontro em Barcelos. O juiz da AF Braga vai ter Bruno Jesus e Luciano Maia como assistentes e Carlos Teixeira no papel de quarto árbitro. Cláudio Pereira será o responsável principal do VAR, sendo auxiliado por Pedro Ribeiro.

O pontapé de saída entre Gil Vicente e Benfica está marcado para este sábado, às 20h30 no Estádio Cidade de Barcelos. Pode acompanhar todas as incidências deste desafio, ao minuto, no SAPO Desporto, com fotos e vídeos dos principais lances.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.