Benfica e Boavista medem forças este sábado no Bessa, em jogo da 4.ª jornada da I Liga de futebol. Os Encarnados procuram a sétima vitória em outros tantos jogos oficiais esta época, que incluem quatro da Champions.  Já os axadrezados querem voltar aos triunfos, após a derrota diante do Casa Pia na ronda anterior. Os dois conjuntos somam seis pontos cada, na tabela.

O técnico Roger Schmidt terá de fazer alterações na defesa do Benfica, face à suspensão de Otamendi, que se junta aos lesionados João Victor e Lucas Veríssimo, o que abrirá uma vaga no 'onze' a Vertonghen ou António Silva, ao lado de Morato. Já Gonçalo Ramos, que saiu lesionado do encontro com o Dinamo Kiev, encontra-se em dúvida para a partida, após o choque frontal e violento com Rafa que lhe deixou algumas mazelas na face.

Já Petit, treinador do Boavista, conta com várias baixas na equipa. O guarda-redes e 'capitão' Rafael Bracali juntou-se a Ricardo Mangas, Miguel Reisinho, Luís Santos e ao gambiano Yusupha no boletim clínico dos axadrezados, que, pela segunda semana seguida, estará desfalcado do argelino Yanis Hamache, desta vez por opção técnica, dias depois de ter visto 'cair' a sua saída para os ucranianos do Dnipro.

O brasileiro Robson Reis, cuja indisponibilidade aquando do desaire perante o Casa Pia se deveu ao atraso no envio do respetivo certificado internacional para a Liga de clubes, pode ser opção, ao passo que o também reforço nigeriano Onyemaechi já foi inscrito.

Momento de forma: Benfica embalado e empolgado, Boavista com bom arranque

Em campo estarão duas equipas com duas vitórias na Primeira Liga, apesar de o Benfica só ter disputado dois encontros. Os Encarnados arrancaram a participação nesta nova edição da prova com uma goleada ao Arouca na Luz por 4-0, antes de vencer fora o Casa Pia. O encontro com o Paços de Ferreira, da 3.ª ronda, foi adiado devido a participação dos Encarnados nos play-off da Champions.

A equipa de Roger Schmidt soma por vitórias todos os jogos oficiais disputados esta época e, caso triunfe no Bessa, chegue às sete vitórias seguidas e bate o arranque de Jorge Jesus na época passada. Nessa época, os Encarnados venceram as primeiras seis partidas até empatarem a zero bolas, precisamente diante do PSV, treinado por… Roger Schdmit, na segunda-mão do play-off da Champions, resultado que lhes permitiu entrar na fase de grupos.

Já o Boavista começou por vencer os dois primeiros encontros, com Portimonense fora (1-0) e Santa Clara em casa (2-1), para depois sair derrotado na última ronda, na deslocação ao terreno do Casa Pia (jogo no Jamor).

Histórico de confrontos: Benfica domina mas no Bessa não tem sido fácil

Este sábado iremos assistir ao 129.º jogo entre o Boavista e o Benfica, num histórico dominado pelos Encarnados, com 76 vitórias, contra apenas 20 do Boavista, 308 golos marcados pelas Águias contra 119 dos nortenhos.

Os duelos entre Águias e Panteras terminaram empatadas em 33 ocasiões, o último deles na meia final da Taça da Liga, em Leiria, em janeiro de 2022. Os encarnados acabariam por vencer já no desempate por grandes penalidades.

Na época passada o Benfica bateu o Boavista por 3-1 na Luz, na 6ª jornada, mas empatou no Bessa a duas bolas, num jogo que vencia por 2-0 ao intervalo.

Apesar do domínio do Benfica nos duelos com os axadrezados, o Boavista tem conseguido bons resultados quando joga no Bessa. Em 62 jogos, o Benfica venceu 13, o Benfica 28. Registaram-se 21 empates.

Por duas vezes o Boavista venceu em casa o Benfica por 3-0, neste que é o melhor resultado das Panteras no seu reduto face às Águias. Já o Benfica conta com algumas goleadas em receções ao Boavista, a mais desnivelada em 1954-55, quando os axadrezados perderam por 11-0 na Luz.

Nos últimos dez jogos no Bessa para o campeonato, o Benfica só venceu cinco, o Boavista dois. Registaram-se três empates.

Na última vitória em casa diante do Benfica, o Boavista venceu com números claros (3-0), na 6.ª jornada da I Liga 2020/2021.

O que dizem os treinadores

Petit, treinador do Boavista: "É um Benfica com ideias diferentes e um pouco daquilo que apanhei na Alemanha como jogador [ao serviço do Colónia]. O seu treinador gosta de pressão alta e futebol apoiado, constrói muito com os centrais e os médios, coloca muita gente no jogo interior, dá mais profundidade e largura com os laterais e tem algumas permutas interessantes na parte ofensiva."

Roger Schmidt, treinador do Benfica: "Espero um jogo físico. Analisámos o Boavista, conheço a história dos jogos deles contra o Benfica, foi sempre difícil, especialmente quando jogamos fora de casa e jogamos nas competições europeias. Queremos ganhar troféus na temporada, e é este o calendário que temos."

O Benfica, quarto classificado, com seis pontos, mas menos um jogo, visita o Boavista, terceiro, com a mesma pontuação, este sábado, às 18h00, no Estádio do Bessa, no Porto, na quarta ronda da I Liga de futebol, com arbitragem de João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.