O FC Porto recebe este domingo o Belenenses SAD, em encontro da 30.ª jornada da Primeira Liga, no encontro que marca o regresso dos 'dragões'  a casa depois de uma jornada em que viram a vantagem para o Benfica dobrar de três para seis pontos, graças à derrota 'encarnada' na última jornada.

Já o Belenenses SAD chega ao Estádio do Dragão à procura de vitórias e perigosamente próximo da 'linha de água', depois de quatro jogos sem vencer na Primeira Liga.

Histórico de Confrontos

Desde a separação entre a SAD e o clube do Restelo, FC Porto e Belenenses SAD defrontaram-se por cinco ocasiões, a primeira na 2.ª jornada da Primeira Liga 2018/2019, com os 'dragões' a regressarem a casa com uma vitória por 2-3.

A vitória 'azul-e-branca' é o resultado mais comum entre as duas equipas: quatro vitórias e um empate, precisamente no último encontro entre as duas equipas, na 13.ª jornada, em dezembro do ano passado, no jogo que ficou marcado pelo episódio do caso do túnel do Jamor.

Vantagem clara nos golos marcados para o FC Porto, que já marcou 11 golos ao Belenenses SAD, tendo sofrido apenas quatro.

Guia de forma

O FC Porto regressa a casa depois de uma vitória pela margem mínima frente ao Paços de Ferreira, suficiente para alargar a vantagem no topo do campeonato, estando agora a seis pontos de distância dos 'encarnados'.

A equipa de Sérgio Conceição leva quatro jogos consecutivos sem perder - três vitórias e um empate - depois de ter tropeçado no jogo da retoma portista na I Liga, ao perder frente ao Famalicão por 2-1.

Uma imagem bem diferente da apresentada pelo Belenenses SAD: os 'azuis' até somaram uma vitória no primeiro jogo após a retoma do campeonato -  2-0 frente ao Desportivo das Aves - mas é a única desde o recomeço do campeonato.

Desde a visita à Vila das Aves que o Belenenses SAD não vence, somando duas derrotas e dois empates, o último na última jornada frente ao Tondela por 1-1.

A equipa de Petit continua a olhar com perigo para a 'linha de água': com 31 pontos os 'azuis' estão apenas com quatro pontos de vantagem sobre o Portimonense, penúltimo classificado, que ainda não perdeu desde a retoma do campeonato.

O que dizem os treinadores

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, desvalorizou os seis pontos de vantagem sobre o Benfica, afirmando que a luta pelo título da I Liga de futebol será “até ao fim”.

O técnico portista defendeu que quem der o troféu já como certo para os portistas “tem o objetivo de distrair atenções”.

“Se calhar, o objetivo de quem diz isso é distrair. Nós temos de focar no trabalho e nas tarefas, para que o coletivo seja forte. Coletivamente, vamos ser mais fortes, é o objetivo. Obviamente há as estratégias que temos, mas no futebol, o que funciona para um grupo pode não funcionar para outro. Há estratégias para mexer com esse lado emocional, motivá-los ao máximo, dar tranquilidade para que possam exprimir-se ao mais alto nível", referiu, na conferência de imprensa de antevisão da partida com o Belenenses SAD.

Questionado sobre o regresso do médio japonês Nakajima aos treinos e a possibilidade de vir a dar o seu contributo nos próximos jogos, o treinador já não se mostrou tão recetivo e disponível para esclarecer a questão.

"Não quero que interpretem mal. Não tenho o costume de falar de jogadores que não estão disponíveis e é esse o caso. O Nakajima não é opção para o jogo de amanhã (domingo). Já falámos variadíssimas vezes dele. Já sei que vão pegar em alguma coisa que eu vou dizer para sair em título. Preocupo-me mais com o Licá, o Marco Matias, com a linha de três do Belenenses, com o Cafú, o Tiago Esgaio, o Nilton Varela...isso é que é importante", salientou.

O treinador do Belenenses SAD, Petit, afirmou que os jogadores “vão querer demonstrar que têm qualidade” na visita ao líder FC Porto.

“Em termos anímicos, todos os jogadores gostam de jogar estes jogos. São muito dos pormenores, da concentração e da atitude. O FC Porto é forte nas bolas paradas, até quando o jogo está muito ‘quadrado’ e os jogadores não conseguem sobressair. Vamos defrontar uma equipa forte, mas os nossos jogadores querem demonstrar que têm qualidade”, avisou.

Em conferência de imprensa, Petit apontou o foco da equipa apenas para ela própria, mas está atento ao que as restantes equipas na luta pela manutenção podem fazer nas suas partidas.

“Nós temos de olhar para nós, mas estamos atentos a todos, aos que estão abaixo e aos que estão acima de nós. É olhar para o nosso calendário. Este é o próximo jogo, será difícil, mas vamos lutar pelos três pontos, sabendo que os outros também jogam”, explicou.

Árbitros

Rui Oliveira foi o árbitro nomeado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para dirigir o encontro no Estádio do Dragão. O juiz da AF Porto será assistido por Carlos Campos e Inácio Pereira. O quarto árbitro é David Silva. Na Cidade do Futebol estará Manuel Oliveira como videoárbitro, assistido por Pedro Fernandes.

A partida tem início marcado para as 21h30 e pode acompanha-la AO MINUTO no SAPO Desporto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.