O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, José Gomes, manifestou hoje “a maior surpresa” por o internacional madeirense Marco Ferreira surgir em último na classificação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para a época 2014/15.

“Terá sempre de haver descidas, mas ter um árbitro internacional em posição de descida e tendo esse árbitro arbitrado uma final da Taça de Portugal é a maior surpresa que acabamos por ter nestas classificações”, disse, em declarações à agência Lusa.

A FPF divulgou hoje a classificação dos árbitros na época 2014/15, liderada pelo portuense Jorge Sousa e na qual o internacional madeirense Marco Ferreira é o último posicionado.

Além de Marco Ferreira, segundo classificado em 2013/14 e que arbitrou recentemente a final da Taça de Portugal, entre Sporting e Sporting de Braga, surgem também nos lugares de despromoção os lisboetas Rui Piteira Rodrigues e o aveirense Jorge Tavares.

“Esperamos que a gestão durante a época seja feita mais de acordo com a meritocracia e sendo a meritocracia um dos fatores para a nomeação para os melhores jogos obviamente que não esperamos que quem faz dos melhores jogos e neste caso a final da Taça de Portugal apareça neste lugar”, observou ainda José Gomes.

O responsável da associação aplaudiu ainda a classificação atribuída a Jorge Sousa que, considerou, fez uma época “excecional”.

“Jorge Sousa está de parabéns. Está numa excelente forma, já não é a primeira vez que fica neste lugar, é sempre um dos candidatos a ficar entre os primeiros e este ano fez uma época do meu ponto de vista excecional e com todo o mérito tem esta recompensa de ficar em primeiro lugar. Fez jogos de grande nível, jogos difíceis, foi dos árbitros que mais chamados para os melhores jogos”, disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.