A equipa da I Liga podia ter aberto o marcador logo nos instantes iniciais do jogo, não fosse o guarda-redes do Académico de Viseu, Diogo Freire, ter defendido a grande penalidade apontada por Zequinha.

O nulo no marcador durou até ao intervalo e foi desfeito, na segunda parte, pelo avançado equatoriano Marlon, reforço do Arouca para a época que se avizinha. Anderson Luís, outro dos reforços arouquenses, serviu Nuno Valente, que aumentou a vantagem para 2-0.

O treinador do Arouca, Lito Vidigal, voltou a colocar no relvado todos os jogadores do plantel, testando todas as alternativas para um 'onze' inicial, à exceção dos guarda-redes suplentes, Rui Sacramento e Igor Rocha.

O Arouca tem novo jogo marcado para quinta-feira, em Arouca, antes de embarcar para a Holanda, onde disputa a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, no dia 28, frente ao Heracles Almelo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.