A juíza do processo do ataque à academia de Alcochete aceitou o pedido do Sporting para que os jogadores não tivessem de comparecer pessoalmente em tribunal, avança o jornal Correio da Manhã.

Bruno Fernandes, Acuña, Battaglia, Wendel, Maximiano, Coates, Ristovski e Mathieu irão testemunhar na próxima semana através de videoconferência.

A 15 de maio de 2018, a academia do Sporting foi invadida por cerca de 40 adeptos 'leoninos', agredindo vários jogadores do clube bem como Jorge Jesus, na altura treinador da equipa e alguns membros da equipa técnica.

'Mustafá', líder da Juve Leo, Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting e Bruno Jacinto, antigo oficial de ligação entre clubes e adeptos, de mais de 90 crimes.

O julgamento do processo iniciou-se a 18 de novembro, no tribunal de Monsanto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.