O Benfica diz desconhecer o processo que envolve o jogador Lionn e César Boaventura. O lateral brasileiro, agora no Rio Ave, terá dito em tribunal que o empresário o tentou aliciar, e a mais dois colegas, antes de um encontro entre o Rio Ave e o Benfica em 2015/16.

"É um assunto que desconhecemos de todo e ao qual somos completamente alheios", disse fonte dos 'encarnados', em declarações ao jornal Record.

"César Boaventura tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo", terá dito Lionn, no Tribunal de Esposende, num depoimento prestado no âmbito da queixa apresentada por Cássio precisamente contra César Boaventura, depois de o empresário ter sugerido que o então guarda-redes do Rio Ave teria facilitado num jogo contra o FC Porto, que terminou com 0-5 para os portistas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.