O Benfica venceu o Estoril-Praia por 2-1 neste sábado e aproveitou o deslize do Sporting com o Tondela para se aproximar do atual líder do campeonato quando estão decorridas 18 jornadas.

No primeiro jogo da segunda volta, a equipa de Rui Vitória acabou por conseguir uma importante reviravolta no marcador, depois de ir para intervalo a perder por 1-0 no único remate que o Estoril-Praia fez à baliza de Júlio César em todo o jogo. Contagiados pelo ambiente 'infernal' que se vivia na bancada norte do Estádio António Coimbra da Mota, os jogadores do Benfica forçaram até ao limite a equipa de Fabiano Soares até chegar à vantagem. Léo Bonatini ainda apanhou Eliseu desprevenido na primeira parte, mas no segundo tempo Mitroglou e Pizzi construíram uma reviravolta tantas vezes adiada ainda no primeiro tempo.

Em equipa que ganha não se mexe, e talvez por isso Rui Vitória tenha apostado no mesmo onze inicial que na jornada anterior vencera na Choupana o Nacional da Madeira por 4-1. Carcela e Jiménez voltaram a ser titulares, com Fejsa e Renato Sanches no meio-campo. Pizzi e Jonas voltaram a entrar muito bem no jogo, com o avançado brasileiro a ameaçar desde muito cedo a baliza de Kieszek ao disferir um remate violento ao poste da baliza 'canarinha'.

Contra a corrente de jogo, o Estoril-Praia aproveitou uma desequilíbrio posicional do adversário para explorar o flanco esquerdo da defesa 'encarnada' e abrir o activo com um golo de belo efeito de Léo Bonatini após cruzamento tenso de Anderson Luis no lado direito. Os 'canarinhos' revelavam uma eficácia extrema e pareciam encaminhados para quebrar o enguiço de 29 jogos consecutivos do Benfica sem perder com o Estoril. A vencer os atuais campeões nacionais desde muito cedo, o Estoril-Praia acabou por sentir algumas dificuldades em gerir as emoções de forma a controlar o natural ímpeto de quem está a perder na procura do golo. O primeiro sinal de desconcentração do Estoril-Praia surgiu logo após o golo inaugural, mas Raúl Jiménez não conseguiu aproveitar uma hesitação de Diego Carlos e o resultado manteve-se 1-0 para os 'canarinhos' até ao intervalo.

No segundo tempo, Rui Vitória apostou na entrada de Mitroglou e na saída de Raúl Jiménez, com o Benfica a jogar de frente para a bancada onde se concentrava a maioria dos adeptos 'encarnados'. O começo da etapa complementar do jogo ficou desde logo marcada pelo ambiente electrizante criado pelos milhares de adeptos do Benfica, que por detrás da baliza do Estoril-Praia criaram um autêntico 'inferno da Luz' em plena casa do adversário.

E foi assim, que empurrados pelos adeptos, os jogadores do Benfica carregaram no acelerador para alcançar a tão ambicionada reviravolta que acabou por chegar aos 52 minutos dos pés de Mitroglou, que num remate 'enrolado' após um cruzamento na direita de André Almeida fez o 1-0 para a primeira explosão de alegria do 'mini-estádio da Luz' que estava montada por detrás da baliza de Kieszek. O golo agitou ainda mais as bancadas, e essa energia acabou por contagiar os jogadores do Benfica que intensificaram a pressão junto à área do Estoril-Praia. Aos 65 minutos, os jogadores do Benfica ainda protestaram um alegado golo de Pizzi não validado, mas dois minutos depois o mesmo Pizzi conseguiu desmarcar-se a passe de Jonas para num remate cruzado colocar a bola no fundo das redes da baliza de Kieszek para nova explosão nas bancadas.

Já nos descontos, o Estoril-Praia ainda tentou desfazer a vantagem do Benfica na marcação de um pontapé de canto, mas os reflexos de Júlio César acabaram por garantir os três pontos à equipa de Rui Vitória que assim está a dois pontos do Sporting e depende apenas de si mesma para conquistar o título.

Pizzi: "Virámos o jogo com uma atitude fantástica"
Pizzi foi o autor do golo da vitória do Benfica frente ao Estoril, em jogo da 18ª jornada da I Liga. O médio destacou a atitude da equipa para virar o resultado e também o apoio dos adeptos

Rui Vitória: "Mini-inferno da Luz empurrou-nos para a vitória"
O treinador do Benfica destacou a entrada de Mitroglou que permitiu ao Benfica fazer a reviravolta e bater o Estoril por 2-1, em jogo da 18ª jornada da I Liga. O técnico do Benfica elogiou a atitude da equipa mas também a presença massiva dos adeptos que encheram o estádio do Estoril.
Fabiano Soares: "É complicado jogar de três em três dias"
Treinador dos 'canarinhos' lamentou que a sua equipa não tenha tido forças para poder chegar a igualdade no segundo tempo frente ao Benfica. O técnico do Estoril queixou-se ainda da falta de sorte que, na sua opinião, tem afetado a equipa na hora de fazer golos.

Curiosidades:

  • O Benfica vence esta época o 1.º jogo fora de casa com uma reviravolta na 2.ª parte
  • Os encarnados aumentam para 29 jogos consecutivos sem perder contra o Estoril (desde 1950)
  • Jonas é o melhor marcador da Liga com 18 golos e o 2.º que mais assiste (7)
  • As 2 últimas vitórias tangenciais foram decididas com golos de jogadores portugueses (Renato Sanches > V. Guimarães e Pizzi > Estoril)
  • Benfica já não dependia de si para ser campeão desde a 6.ª jornada. Depois viu 1 jogo ser adiado na jornada seguinte e perdeu em casa com o Sporting
  • Foi a 2.ª vez que o Benfica venceu o Estoril com uma reviravolta na 2.ª parte (2004/05 no Algarve e 2015/16 na Amoreira)
  • Jonas fica em branco pela 1.ª vez contra o Estoril (3 jogos / 4 golos)
  • Na Liga, Benfica é a equipa com mais golos vindos do banco (7); segue-se a Académica (6) e Sporting (5)
  • É a 1.ª vez que Pizzi com o seu golo garante uma reviravolta e a consequente vitória do Benfica
  • Depois da derrota do Benfica no Dragão (D 1-0), esta é a desvantagem mais curta (2 pontos) em relação ao SCP (juntamente com a da 6.ª jornada)
  • Desde a época 1993/94 que o Benfica vence o Estoril na Amoreira; (7.º triunfo consecutivo)
  • Benfica vence há 6 jogos consecutivos; é o melhor registo desde Março 2015
  • Benfica de Rui Vitória à 18.ª jornada (47 golos) tem o 2.º melhor ataque dos últimos 25 anos (2009/10 - 48 golos)
  • Esta época, das 4 vitórias forasteiras do Benfica pela margem mínima, apenas o Vianense (V 1-2) não foi decidido por um português
  • Desde a jornada 8 (6.º) que o Benfica tem estado no sentido ascendente na tabela até à 18.ª (2.º). Ganhou 5 pontos ao Sporting nos últimos 6 jogos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.