Vítor Baía esteve esta manhã de domingo no Portugal Open e à margem do evento comento analisou o momento atual do campeonato nacional de futebol, atribuindo mérito à liderança do Benfica em vésperas de visitar o Estádio do Dragão e rejeitando entrar em polémica sobre se este é um campeonato «limpinho» ou «sujinho».

«Cada um tem a sua opinião e o que sei é que está a ser um campeonato muito bem disputado, muito equilibrado e com duas equipas ainda a lutar pelo título. Durante a minha carreira aprendi que quem está na frente merece sempre, e quem é mais regular também é quem merece ganhar. A partir daí não vale a pena entrar em discussões estéreis e que não ajudam em nada», disse Baía, que admitiu que custará muito não ver o seu FC Porto revalidar o título de campeão nacional, ainda para mais se não tiver qualquer derrota.

«O FC Porto poderá não perder e ainda assim não ser campeão, o que não é agradável. Temos um espírito ganhador e não estamos habituados a perder. Não nos acomodamos com um simples título ganho e claro que não ficaremos contentes se não ganharmos», adiantou o antigo guarda-redes azul e branco, que comentou ainda a possibilidade de Vítor Pereira deixar o Dragão no final da época.

«Esse será uma questão a analisar pelos responsáveis. É um treinador campeão e tem feito um bom trabalho», disse Baía, que terminou manifestando o seu agrado pela recandidatura de Pinto da Costa à presidência dos dragões.

«É bom, pois é sinónimo de liderança, estabilidade e vitórias. Espero que continue por muitos mais anos», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.