O clima de 'guerra' entre Benfica e Sporting vai conhecer brevemente um novo capítulo fora das quatro linhas com emblema da Luz a apresentar uma queixa em tribunal contra o clube de Bruno de Carvalho por danos reputacionais, danos na idoneidade do clube e danos nacionais e internacionais da marca Benfica.

Segundo escreve esta sexta-feira o diário A Bola, o Benfica está a preparar desde outubro do ano passado uma queixa em tribunal contra o Sporting em que o clube da Luz vai exigir uma indemnização de 40 milhões de euros aos rivais de Alvalade por causa das várias, e constantes, declarações 'difamatórias' de Bruno de Carvalho contra o emblema 'encarnado'.

De acordo com o referido jornal desportivo, o clube da Luz não esquece a entrevista de Bruno de Carvalho à TVI24, a cinco de outubro, em que o presidente do Sporting C. Portugal levantou suspeitas sobre o Benfica com a denúncia de ofertas a árbitros no final dos jogos do clube da Luz. As declarações de Bruno de Carvalho sobre os 'vouchers' e outras acusações do líder leonino, como por exemplo a tese de haver uma estratégia de provocação para desestabilizar o futebol do Sporting, vão ser usadas como matéria apresentada em tribunal para sustentar a queixa. "Do Benfica já se espera tudo do que seja o mais baixo possível", chegou a dizer Bruno de Carvalho.

Este processo será conduzido por advogado João Correia, que também lidera o processo do Benfica contra Jorge Jesus, por quebra de contrato técnico e contactos com funcionário do Sporting ainda sob vigência de contrato ou apropriação de software confidencial do clube.

O Benfica entende que sofreu danos patrimoniais e morais e que o bom nome da instituição foi ferido pelos constantes ataques de que foi alvo por parte do presidente do Sporting.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.