O Benfica foi à Madeira golear o Nacional por 4-0 em jogo da quarta jornada da I Liga de futebol e assumiu desta forma a liderança da prova beneficiando da melhor diferença de golos apesar da igualdade pontual com SC Braga e Sporting.

Na deslocação à Madeira, Rui Vitória apostou no mesmo onze titular que venceu o PAOK por 4-1 mantendo a aposta na titularidade de Seferovic. O Benfica entrou dominador perante um Nacional da Madeira sem inibições perante o vice-campeão e ao intervalo o conjunto da Luz já vencia por 2-0.

A equipa de Costinha tentou contrariar o favoritismo do Benfica, mas não conseguiu aguentar a 'pedalada' do conjunto de Rui Vitória e acabou por sofrer vários golos na sequência de erros defensivos.

Seferovic abriu o marcador aos 28 minutos enquanto que Salvio dilatou a vantagem aos 45' minutos, permitindo aos 'encarnados' chegar ao intervalo já com uma vantagem de dois golos. No segundo tempo, Grimaldo, aos 76' minutos, tranquilizou definitivamente a equipa do Benfica ao apontar o terceiro golo e já no último minuto de jogo Rafa estabeleceu o resultado final em 4-0 com um toque de classe após assistência de Pizzi.

Com esta vitória, o Benfica garantiu o primeiro lugar do campeonato com 10 pontos, os mesmos de Sporting de Braga e Sporting, mas com melhor diferença de golos, enquanto os nacionalistas baixaram ao 15.º lugar com três pontos.

Momento do jogo

Aos 45' minutos, o Benfica vencia o Nacional da Madeira pela margem mínima apesar das várias oportunidades de golo e tudo indicava que ao intervalo o resultado seria 1-o, mas uma perda de bola na área madeirense permitiu a Pizzi uma assistência para Seferovic para um cruzamento 'milimétrico' do avançado suíço ao segundo poste onde surgiu Salvio para o 2-0. Os 'encarnados' dilatavam desta forma o resultado numa altura crucial do jogo e garantiam uma vantagem confortável para o arranque do segundo tempo.

Os melhores

Salvio - O extremo argentino manteve o bom nível exibicional verificado no arranque desta temporada e voltou a ser decisivo para o fecho favorável de um ciclo 'infernal' de jogos para o Benfica. Salvio deu velocidade e criatividade ao lado direito e esteve nos dois primeiros golos. Fez a assistência para o golo de Seferovic e depois correspondeu da melhor forma ao cruzamento do internacional suíço para o 2-0.

Pizzi - Apesar do elevado número de jogos que já leva nas pernas, o número 21 do Benfica manteve-se em bom nível na deslocação à Choupana sendo o 'maestro' do jogo ofensivo dos 'encarnados'. Fez duas assistências 'açucaradas' na segunda parte para os golos de Grimaldo e Rafa e confirmou o bom momento de forma que atravessa.

Seferovic - No início desta época, o avançado suíço parecia ser na teoria uma carta fora do baralho de Rui Vitória devido à presença no plantel do Benfica de jogadores como Jonas, Castillo ou Ferreyra. No entanto, a exibição do avançado em Salónica mostrou que Seferovic tem mais futebol para oferecer à equipa e a aposta do técnico dos 'encarnados' na Madeira trouxe frutos: um golo e uma assistência.

Benfica leva a 'chapa 4' para o Atlântico e sai da Choupana com os três pontos
Benfica leva a 'chapa 4' para o Atlântico e sai da Choupana com os três pontos
Ver artigo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.