O juiz decidiu dar razão à providência interposta por Bruno Carvalho e optou ordenar “a citação do SL Benfica”, disse Francisco Pimentel, advogado de Bruno Carvalho. De acordo com o advogado, o SL Benfica “foi citado às 16h13 minutos de hoje”.

A deliberação do juiz não impede as eleições e no eventual caso do processo vir a ser decidido em tempo recorde (até à data das eleições de sexta-feira) só se o Tribunal der razão a Luis Filipe Vieira a sua candidatura poderá apresentar-se a votos.

Algo que o advogado de Bruno Carvalho, Francisco Pimentel, considera “improvável”. Se Vieira se apresentar a votos “está a violar a deliberação do juiz”, diz Francisco Pimentel. Mas ao que tudo indica, de acordo com uma declaração de Manuel Vilarinho, Vieira não será candidato.

Isto porque o presidente da Assembleia-Geral do Benfica garantiu que as eleições para os órgãos sociais do clube encarnado vão realizar-se sexta-feira, já que não tem dúvidas quanto ao processo. Mas escusa-se a responder se Vieira será ou não candidato.

Num comunicado enviado às redacções, assinado pelo Presidente da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica, Manuel Vilarinho, pode ler-se que "o acto de citação é juridicamente ineficaz para os efeitos pretendidos e, por consequência, não se verifica nenhum obstáculo legal ou processual que impeça a realização do Acto Eleitoral".

No entanto, fonte da candidatura de Vieira garante na sexta-feira as eleições vão decorrer conforme planeado "com as duas candidaturas".

As eleições são já na sexta-feira e os tribunais têm apenas o dia de amanhã para poder tomar uma decisão final sobre este processo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.