A direcção do Paços de Ferreira, liderada por Carlos Barbosa, foi hoje reeleita por unanimidade para mais um mandato de um ano, no decorrer de uma Assembleia-Geral (AG) realizada no auditório dos bombeiros locais.

O anúncio antecipado da decisão tomada pela equipa de Carlos Barbosa desmobilizou os sócios (compareceram pouco mais de 50), mas mereceu os elogios do presidente da AG, Fernando Sequeira, que destacou «o sentido de responsabilidade de quem serve o clube», face às perspectivas «bastante más» em matéria de angariação de apoios.

O presidente reeleito justificou à agência Lusa a continuidade da sua equipa, repetindo Fernando Sequeira na AG e Pedro Monteiro no Conselho Fiscal, com «a vontade de não deixar cair o clube num vazio», depois de na semana passada ter recusado assumir o clube face à redução dos apoios, nomeadamente da autarquia.

«Já estávamos a trabalhar em cima de um orçamento cujo tecto não ultrapassasse o da última época. Vamos tentar arranjar os apoios possíveis e tentar repetir a última época», disse o presidente do Paços de Ferreira, que hoje concretizou a contratação do “desejado” Josué, internacional sub-21.

O médio ofensivo, de 20 anos, que representava o Venlo, da Holanda, por empréstimo do FC Porto, assinou um contrato válido para as próximas três temporadas.

A tomada de posse da nova direcção do Paços de Ferreira está agendada para as 21h00 do próximo dia 29, numa cerimónia a realizar na sala de imprensa da Mata Real.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.