Carvalhal tinha começado a época no Marítimo, mas, apesar do empate 1-1 “arrancado” no Estádio da Luz na ronda inaugural, os maus resultados ditaram a sua saída do clube insular, onde foi substituído pelo antigo defesa central holandês Mitchell van der Gaag, que era seu adjunto.

Quando deixou o Marítimo, após a sexta jornada, foi a terceira vítima do “chicote” na temporada em curso, sucedendo a Carlos Azenha e Ulisses Morais, despedidos pelo Vitória de Setúbal e pela Naval 1.º de Maio, ambos após a quarta ronda.

Depois a Liga viveu uma oitava jornada repleta de novidades, com cinco clubes a estrearem treinadores, com duas trocas directas - Paulo Sérgio mudou-se do Paços de Ferreira para o Vitória de Guimarães e Manuel Fernandes da União de Leiria para o Vitória de Setúbal.

Se André Villas-Boas substituiu Rogério Gonçalves na Académica, Paulo Sérgio deixou o Paços de Ferreira para substituir Nelo Vingada em Guimarães e Manuel Fernandes saiu da União de Leiria para ir para Setúbal, onde Joaquim Serafim “Quim” era técnico interino desde a saída de Carlos Azenha.

A saída de Paulo Sérgio abriu as portas do Paços de Ferreira a Ulisses Morais, enquanto a União de Leiria optou por apostar num regresso de Lito Vidigal à Liga principal. Lito, que orientou o Estrela da Amadora no início da época anterior, estava agora no Portimonense, que deixou no comando da Liga de Honra quando se mudou para Leiria.

Paulo Bento tornou-se o terceiro técnico a deixar um clube por iniciativa própria, ao sair do Sporting após a nona jornada da Liga, depois de ceder dois empates 1-1 em casa, com o Marítimo e o Ventspils, este para a Liga Europa.

Após quatro anos no comando dos “leões”, Paulo Bento foi interinamente substituído pelo adjunto Leonel Pontes, que só logrou uma igualdade 2-2 no terreno do Rio Ave, na 10.ªa ronda, e agora tem como sucessor Carlos Carvalhal, que assinou contrato até ao final da época, tendo o clube opção por mais uma.

Os outros dois treinadores que deixaram clubes por iniciativa própria foram Paulo Sérgio e Manuel Fernandes, tendo este abdicado mesmo de um prémio de 300 000 euros por ter conseguido a subida da União de Leiria à Liga Principal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.