Em declarações à Agência Lusa, Amílcar Borges disse que, logo após o final do jogo entre o FC Porto e o Benfica, que terminou com a vitória por 2-1 dos "dragões", mais de uma centena de adeptos portistas acercou-se desta Casa do Benfica.

Segundo o tesoureiro, um dos adeptos do FC Porto terá chegado a entrar no interior do edifício, enquanto outro arrancou o mastro onde estava a bandeira do Benfica para a queimar, ainda que sem o conseguir.

A mesma fonte adiantou que, com o mastro, um dos adeptos do FC Porto tentou agredir alguns benfiquistas que se encontravam dentro da Casa do Benfica, que terá sido alvo de pedras lançadas do exterior.

Amílcar Borges garante que «o pequeno confronto» que se seguiu resultou em ferimentos ligeiros em um dos adeptos benfiquistas.

Perto da meia-noite, encontravam-se no local cerca de 12 elementos da GNR, um dos quais desvalorizou o incidente, afirmando à Lusa: «Você sabe como são as coisas entre o FC Porto e o Benfica».

Veja o FC Porto - Especial Campeão 2010/2011

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.