O Manchester City descarta avançar por Hulk já na reabertura do mercado de transferências, em Janeiro. A garantia foi dada pelo próprio director do clube, Mike Rigg.

"Estamos a observá-lo, obviamente, mas não é um jogador que possamos contratar já. Isso é certo. É um jogador com grande impacto e que tem um perfil que se enquadra na perfeição com o futebol jogado na Premiership. Não tenho dúvidas de que o seu futuro pode passar por aqui e admito que seria duro jogar contra ele", adiantou o responsável dos 'citizens' ao jornal Record.

Com uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros e onde o FC Porto só detém 45 por cento do passe, Hulk foi dado como alvo do City esta semana, sendo que a imprensa inglesa falava num negócio possível a partir dos 23 milhões de euros, um valor que se encontra abaixo das pretensões portistas para uma eventual transferência, apenas admitida no final da época.

"Ninguém o vai conseguir contratar agora, pelo que as notícias que saíram aqui não fazem qualquer sentido. Sabemos que é impossível e, por isso, nem sequer faremos qualquer abordagem nesse sentido", reiterou Mike Rigg. 

Paralelamente, o Chelsea está igualmente atento à situação do melhor marcador do campeonato português, com 13 golos em 14 jornadas já disputadas. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.