As saídas (discretas) de Valeri, Prediguer e Orlando Sá não fizeram mossa no seio do FC Porto. A verdadeira estrela, e a mais comentada nos últimos dois meses, é o seu novo técnico. André Villas-Boas orientou esta manhã de sexta-feira o seu primeiro treino como sucessor de Jesualdo Ferreira.

Villas-Boas terá de provar aos adeptos que não é apenas uma “costela” de José Mourinho e mostrar que sabe dar respostas rápidas dentro de campo.
Aos 32 anos, o novo técnico, e o mais jovem de sempre, terá ao seu lado Vítor Pereira, ex-técnico do Santa Clara, Pedro Emanuel, ex-jogador do FC Porto, José Mário e Wil Coort.

Nuno Espírito Santo abandonou o clube e para o seu lugar veio o guarda-redes do Sporting de Braga Kieszek. Helton deverá ser o titular e Beto a segunda opção.

Ventura, Samir e Diogo Viana, jogadores das camadas jovens do clube, integram o estágio de pré-época mas depois devem seguir para empréstimo.

Sereno, ex-Vitória de Guimarães e ex-Valladolid, chega ao Dragão para reforçar a defesa, talvez para colmatar a possível saída de Bruno Alves.

A contratação do médio brasileiro Souza tem como finalidade solidificar o meio-campo dos Dragões, depois de Valeri não se ter afirmado.

Ukra e Castro, formados no FC Porto e emprestados na última época ao Olhanense, são dois jogadores que regressam a casa. A falta de avançados na última época foi um problema para Jesualdo Ferreira e o seu sucessor apostará em Ukra para o ataque azul e branco. Já Castro terá de penar para conquistar um lugar no meio.campo, onde a concorrência é feroz.

Sapunaru regressa também ao FC Porto, depois de seis meses no Rapid Bucareste para evitar ficar parado na Liga portuguesa devido ao castigo imposto pela Comissão Disciplinar.

Ainda faltam algumas contratações para o plantel ficar fechado. Villas-Boas aguarda a chegada de James Rodriguez, num acordo entre os Dragões e o Banfield. Kléber está num impasse com o Marítimo e Walter, do Porto Alegre, está em negociação.

Este “novo” Dragão conhece o sorteio para a Liga Europa no dia 6 de Agosto e joga a 19 e 26 do mesmo mês para os “play-offs”. Um dia depois de conhecer os adversários, na sua estreia na prova europeia, defrontará o eterno rival Benfica na Supertaça, em Aveiro, num clássico onde se procurará começar a época 2010/2011 com o pé direito.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.