O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol abriu um processo disciplinar ao Sporting, na sequência dos incidentes verificados no dérbi com o Benfica, na passada sexta-feira. O Sporting perdeu por 2-0 e terminou a primeira volta da I Liga no quarto lugar, a 19 pontos do líder, Benfica. Deste jogo resultaram ainda multas ao Benfica no total de 3.698 euros, por comportamento incorreto do público.

A instauração dos processos a ‘leões’ consta do mapa de castigos da 17.ª jornada da I Liga, divulgado hoje no sítio oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional na Internet.

Arremesso de tochas deve ser punido desportivamente, diz Alexandre Mestre
Arremesso de tochas deve ser punido desportivamente, diz Alexandre Mestre
Ver artigo

O órgão disciplinar da FPF aguarda agora o relatório da PSP para concluir o processo.

Apesar dos incidentes, o Sporting não poderá ser punido com jogos a porta fechada já que está foi a primeira vez que tal aconteceu esta época. Se o episódio voltar a acontecer, aí os 'leões' podem ser penalizados com jogos sem os seus adeptos no estádio. E mesmo que tal aconteça, o Sporting pode ser recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto para tentar anular o castigo.

Sporting manda claques para a gaiola a partir da próxima época
Sporting manda claques para a gaiola a partir da próxima época
Ver artigo

De recordar que no início do segundo tempo, no jogo entre o Sporting e o Benfica, da 17.ª jornada da I Liga, os adeptos do Sporting afetos às claques atiraram várias tochas assim como potes de fumo em direção à baliza de Luís Maximiano, guarda-redes dos 'leões. Hugo Miguel, árbitro do jogo, teve de interromper o encontro para que os bombeiros pudessem remover os objetos do relvado Não satisfeitos, os adeptos continuaram a atirar as referidas tochas e potes de fumo. A interrupção durou mais de seis minutos.

Depois destes incidentes, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional pediu, com caráter de urgência, uma reunião com o Governo, para discutir o tema sobre a violência no futebol.

"A Liga Portugal lamenta profundamente o sucedido esta noite, no Estádio de Alvalade, sendo situações como esta, que têm sido uma constante nas últimas semanas nos nossos estádios, que mostram que uma pequena franja de adeptos estraga um espetáculo destinado a todos e prejudica os verdadeiros protagonistas, que são os jogadores. Face aos últimos acontecimentos relacionados com os artefactos de pirotecnia que têm deflagrado nos estádios, com efetivo impacto no decorrer do jogo, e colocando, em muitas situações, em causa a integridade física e a segurança de adeptos de todas as idades, o futebol não vai ficar refém de um conjunto de pessoas que, sem rosto, mancham o nome dos clubes e dos seus fiéis e reais adeptos”, acrescentou a Liga.

Governo recebe Liga de clubes na segunda-feira
Governo recebe Liga de clubes na segunda-feira
Ver artigo

O Governo, através das áreas governativas da Administração Interna e do Desporto, marcoupara a próxima segunda-feira, dia 27 de janeiro, às 11:30, o encontro com  LPFP, disse na segunda-feira à Lusa fonte oficial do MAI.

*Artigo atualizado às 19h10

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.