A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) está a entregar em vários hospitais do país material de proteção doado àquela instituição, para auxiliar na luta contra a pandemia de COVID-19, anunciou hoje o organismo representativo dos árbitros.

Depois de uma campanha de angariação de fundos e material iniciada pelos árbitros dos dois campeonatos profissionais de futebol, foram recolhidas "mais de 10 mil peças, entre máscaras, viseiras e coberturas de sapatos", informa a APAF, em comunicado.

A entrega do equipamento recolhido já começou, com vários árbitros profissionais a darem a cara pela iniciativa no Hospital do Espírito Santo (Évora), no Centro de Saúde de Vila Real de Santo António, na Unidade Local de Saúde de Matosinhos e no Hospital São João (Porto), com mais entregas a estarem agendadas para os próximos dias.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 243 mil mortos e infetou mais de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.043 pessoas das 25.282 confirmadas como infetadas, e há 1.689 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Das pessoas infetadas, 856 estão hospitalizadas, das quais 144 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 1.671 para 1.689.

Portugal entrou hoje em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à COVID-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.